Taça Olímpica

Imprimir

Taça Olímpica

A Taça Olímpica, também denominada Taça de Honra, prêmio máximo que se pode ambicionar no terreno desportivo, tem por finalidade premiar, todo ano, aquele que, no juízo do Comitê Olímpico Internacional (COI), mais fez em prol do olimpismo e do esporte.

A outorga de tal prêmio é feita pelo Comitê após rigoroso estudo dos documentos apresentados pelos candidatos.

O Fluminense, conhecedor da existência do troféu e das condições exigidas aos candidatos, enviou ao Comitê, em 1924, farta documentação, inclusive sobre a realização dos Jogos Latino-Americanos de 1922, realizados em suas novas instalações especialmente ampliadas para esse fim.

O que é a Taça Olímpica? Qual a sua importância para o esporte?

A Taça Olímpica (em língua francesa: Coupe Olympique) é a mais alta honraria do desporto mundial, sendo considerada o Prêmio Nobel do esporte. Também chamada de Taça de Honra, foi instituída pelo Barão Pierre de Coubertin, idealizador dos Jogos Olímpicos da Era Moderna, e é atualmente concedida pelo Comitê Olímpico Internacional.

Para merecer o troféu, procede-se uma longa análise pelo COI, em que são observados diversos requisitos, como estar ligado às práticas desportivas, à prestação de serviços sociais e à pátria, bem como ter contribuído para o desenvolvimento do olimpismo, o que foi comprovado brilhantemente pelo Fluminense ao longo dos anos anteriores.

A partir da década de 50, o Comitê Olímpico Internacional decidiu não mais conferir a Taça Olímpica, que se encontra no Museu Olímpico, na cidade suíça de Lausanne, a clubes e personalidades.

O Fluminense Football Club é o único clube a ter seu nome gravado na Taça Olímpica. Conquistada pelo Tricolor das Laranjeiras em 1949, o Fluminense é também a única instituição de futebol do mundo a detê-la. Ele foi o último clube a recebê-la.

Caravanas

Próxima Caravana: A Definir
Saída:
Horário:
Local:
Preço:

Facebook